La Casa Digital 2.0 – Resumo Dia 03: Retrabalho

La Casa Digital 2.0 – Resumo Dia 03: Retrabalho

Quer tocar o terror na terra, viver a vida que sempre sonhou e ter liberdade? Caia para dentro do LCD e aprenda as habilidades do digital!

Tempo de leitura estimado: 4min51s

E aí, Titi na área! O terceiro dia do La Casa Digital foi muito louco. Teve participante descumprindo orientações de prova, mais uma disputa por liderança e muito conteúdo sobre tráfego e branding. Se liga aí nos principais códigos do terceiro dia do LCD 2.0.

Retrabalho

Esse reality é o mais louco da internet. Tudo que acontece gera um aprendizado. Veja só essa: a equipe do LCD descobriu que os participantes enviados para a selva não dormiram na barraca. Então, isso vai gerar grandes danos para esses participantes. Acompanhem nos próximos episódios.

Essa situação me lembrou de falar sobre retrabalho para os participantes. Retrabalho é não resolver um problema do jeito certo e ter que fazer novamente. Quem está só ouvindo sobre o digital, não coloca em prática e não se posiciona no digital, terá que ouvir de novo para testar e aplicar.

Quando tem algo a ser feito e você não quer fazer, você gasta muita energia emocional até cumprir a tarefa. Então, faça logo o que tem que fazer ou ressignifique isso que você diz que não gosta.

Ressignificar algo faz com que você pare de gastar energia. Toda vez que você diz não gostar de algo, está criando um padrão emocional e comportamental no seu cérebro. Em vez de falar que não gosta de algo, diga que aquilo não faz sentido para você no momento, pois você pode passar a gostar em uma próxima fase de sua vida.

As fases da vida

Avançar nas fases da vida é sair do retrabalho. Quem permanece na mesma fase vive em flat, ou seja, a mesma frequência a vida inteira. Toda a natureza muda de fase. A fase não é o fim e não é permanente.

O cérebro gosta de estabilidade, mas ela não existe. É fase de aprender sobre o digital, branding, livros e a monetizar na internet. E isso é apenas outra fase, porque a fase do Instagram também vai passar.

Por isso, ative o contentamento, que ser grato com a fase atual, e a insatisfação positiva, para procurar qual é sua nova fase.

Mais tráfego

Durante o dia, os participantes tiveram aula de tráfego com o mentor Mateus Rucci. Se liga nos códigos que os participantes soltaram com o que aprenderam:

  • Criar audiência,
  • Trabalhar os filtros, 
  • Escalar,
  • É mais barato que se pensa,
  • Funciona por princípios,
  • Gera autoridade, relacionamento e engajamento.

Em seguida, falei para os participantes sobre frutos baixos, médios e altos, que se trata de níveis de audiência que você pode alcançar com tráfego, orgânico ou pago. Falei também das estratégias para pegar os frutos médios e altos. 

Os participantes aprenderam ainda sobre como usar gatilhos emocionais** no tráfego pela internet usando os códigos do Titi para uma antiga estratégia de tráfego no offline: panfletagem. Falamos ainda sobre os três passos para um tráfego eficiente: atenção, retenção e interação.

Quer aprender sobre tudo isso? Assista à essa parte do episódio no vídeo do fim do artigo.

Um registro no coração

Outro assunto do dia foi o branding. Esse termo vem do inglês e significa “fazendo a marca”. Podemos definir marca como uma identidade, um símbolo, algo que gera expressão e identificação nas pessoas. 

Construir sua marca é um processo e segue alguns passos. Branding tem começo, mas não tem fim. Não adianta querer crescer rápido demais porque pode-se cair rápido. Para se manter no topo, a marca precisa de fundamento.

Se liga nas três bases do branding:

  • Essência
  • Posicionamento
  • Atração

A construção da marca é algo individual. Por isso, para fazer branding, o primeiro passo é a sua essência. Dinheiro não constrói marca se você não colocar o seu jeitinho, sua personalidade, sua identidade.

Outro passo do branding que expliquei para os participantes foi o posicionamento. Posicionar-se é não deixar o sistema dizer o que você tem que fazer. Não é sobre fama nem seguidores, mas sobre princípios e valores. Meu principal posicionamento no branding é família.

O terceiro passo do branding é atração. Crie um ecossistema ao seu redor com seu posicionamento. Multiplique talentos transferindo o que você tem de melhor para quem está perto de você. Crie um movimento para propagar a mensagem que está dentro de você. Feito esse movimento, use música, jogos e storytelling para atrair pessoas.

Bônus: os códigos do terceiro dia

  • A vida é uma aventura da qual ninguém sairá vivo.
  • Toque o terror na terra.
  • Ruim não é fazer algo, é ter que fazer de novo.
  • Sua fase não é o fim e você não é sua fase.
  • Não existe estabilidade em absolutamente nada.
  • A palavra mais poderosa no tráfego é “você.
  • Quem não está ganhando é porque não está aprendendo.
  • Nunca avalie um relacionamento pela chegada, mas pela saída.
  • Pobreza, negatividade e crises são coletivas. A prosperidade é individual.

O fim é melhor que o começo

O terceiro dia no La Casa Digital terminou com música e uma reunião comigo e todos os participantes ao redor de uma fogueira.

Ah, e como conhecimento sem ação é obesidade cerebral, que tal fazer uma tarefa que eu passei ao vivo para os participantes? 

Tarefa: Escreva 12 coisas que você diz que não gosta, pergunte-se por que isso não faz sentido e ressignifique todas elas.

Até o próximo resumão. TMJADF!

Aula sobre tráfego com o Titi no La Casa Digital: 

 

 

Quer saber mais sobre gatilhos emocionais? Leia: DESTRAVANDO NO DIGITAL: Como se conectar melhor e vender mais

Compre agora com desconto de até 30%

Compartilhe esse post

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on telegram
Share on whatsapp
Share on email

Quer receber mais conteúdos?
Cadastre-se e receba antes de todo mundo!

Mais de 5 milhões de pessoas assistem os vídeos e acompanham os conteúdos de Pablo Marçal nas redes sociais todos os meses, ele se consolidou como uma autoridade na internet.

Pablo Marçal 2021 | Todos os direitos reservados

Preencha os campos abaixo para fazer sua inscrição