HUMANOLOGIA: FERRAMENTAS PARA DEIXAR DE SER ZUMBI

HUMANOLOGIA: FERRAMENTAS PARA DEIXAR DE SER ZUMBI

Cinco pontos básicos sobre comportamento humano para ativar o modo “humano” em sua mente.

E aí! Titi chegando com mais um artigo para falar de algo poderoso: comportamento humano. Você sabe dizer o que há de mais precioso nesse mundo? Isso mesmo: pessoas! Nós, seres humanos, somos imagem e semelhança do Criador. Pessoas são o que Deus mais ama no mundo e muito do que precisamos para viver encontramos nelas.

Quem ama pessoas e realmente quer serví-las e tratá-las bem, vai prosperar na Terra. Mas já percebeu o quanto a maioria das pessoas vive no modo automático e se esquece de dar importância isso? Se liga nesse artigo para saber de uma vez o que você precisa para sair do modo zumbi e viver uma vida de Transbordo!

 

Por que entender de pessoas?

 

As empresas que dominam o mundo entendem do comportamento humano. As redes sociais investem em estudar como as pessoas se comportam para atendê-las melhor e vender seus produtos. Até a tecnologia já entende o comportamento humano. Há relógios que sabem se você está com a respiração baixa, se está muito tempo em pé ou sentado.

Por este motivo, nesta geração, você só vai prosperar se entender sobre comportamento humano. Para vender melhor, estude sobre como as pessoas se comportam e o que fazem para se sentirem bem.

Cerca de 85% dos seus resultados dependem das pessoas com que você se conecta e apenas 15% dependem das suas habilidades e conhecimentos. Porém, várias coisas têm feito as pessoas deixarem de ser “humano”. As pessoas tem se tornado robóticas, automáticas, escravas de suas emoções. Estão cada vez mais egoístas e distantes umas das outras.

Quem estuda sobre pessoas e comportamento deixa de agir como um zumbi, que só quer consumir, consumir e consumir, passa a ser humano e natural. Fazendo isso você se conecta melhor consigo mesmo, com o Criador e com as outras pessoas. Passa a ver a vida com outros olhos e tem melhor desempenho na vida pessoal e profissional.

Neste artigo vou te passar cinco pontos chave que você precisa entender de comportamento humano se quiser prosperar em seus negócios e relacionamentos.

 

Os três impulsos

 

O corpo é feito do pó da terra e sua estrutura não é eterna. Ele sabe disso e tem mecanismos para evitar gasto de energia com um objetivo: sobreviver. Por isso costuma apenas reagir aos estímulos externos com base nos impulsos.

O primeiro impulso é o racional. O cérebro tem como ajuste básico se manter na zona de conforto e economizar energia e recursos. Muitas pessoas agem (ou deixam de agir) com base no racional. Precisam que haja lógica nas situações para tomarem suas decisões.
O segundo impulso é o emocional. É representado pelo coração. Há pessoas que se deixam governar por emoções e isso interfere em suas ações e em suas vidas. Como as pessoas se deixam tomar pelo automático, geralmente são tomadas por emoções negativas e isso prejudica seus resultados.
O terceiro impulso é o intestinal. O intestino é chamado de “segundo cérebro” devido ao grande número de comunicações nervosas com o cérebro, além de liberar o cortisol, hormônio relacionado ao estresse e medo. O intestino está ligado a cerca de 90% das tomadas de decisão das pessoas pois muitas são tomadas pelo medo.
Sabendo sobre esses três impulsos, você compreende sobre si mesmo e sobre como as outras pessoas reagem quando estão em modo automatizado. No final desse artigo vou comentar como sair do modo “zumbi”.

 

Sozinho na ilha

 

O segundo comportamento básico do ser humano é adaptação. Essa característica é uma capacidade no nosso corpo. O ser humano consegue se adaptar a situações extremas, tanto boas como ruins. Se você ficar vários dias em uma ilha deserta com um cachorro, é muito mais fácil você sair de lá entendendo toda a linguagem do cachorro que fazê-lo falar sua língua.
As pessoas que estão no modo automático só conseguem aceitar as coisas do jeito que estão acostumadas. Este comportamento é querer que o mundo se adapte à necessidade delas, é um mundo ideal. Se seu corpo tem capacidade de adaptação, saia do mundo ideal e conecte-se ao mundo real, vá para a ação.

Fazer algo novo, instalar um novo hábito exige esforço e repetição. E tudo aquilo que não é hábito, ou seja, que não é feito todos os dias, é uma regra. E seu cérebro não gosta de regras. Mas se adaptar ao novo e àquilo que é bom gasta energia. E quem quer prosperar vai ter que sair da zona de conforto para se adaptar ao novo.

Estude mais sobre essa habilidade para entender melhor as outras pessoas e trabalhe a adaptação de forma positiva em sua vida.

 

Códigos danificados

 

Um código é um comando que te faz tomar uma determinada ação. Eles ficam dentro do seu cérebro e eles vêm de diversas fontes. Existem os códigos do Criador, dos seus pais, da sua cultura, códigos que você mesmo faz com base nas suas experiências e códigos que vem dos outros.

Quem não sabe que o cérebro tem esses códigos age de forma automática respondendo a eles. A maioria dos códigos que estão na cabeça dos zumbis estão danificados: código de consumo, de trabalhar sem parar, de medo paralisante etc. Esses códigos são crenças negativas que te impedem de avançar e de ter bons resultados.

Agora você entende que as pessoas no modo automático apenas respondem a esses comandos e pode compreendê-las melhor. Por isso, passe a buscar e instalar os códigos que Deus disse a respeito das pessoas: imagem e semelhança, governo e domínio sobre todas as coisas, força e coragem. Esses são os códigos da Fonte e originais, que trazem resultados exponenciais, que fazem as pessoas serem naturais e, de fato, humanas.

 

Saia do coletivo

 

Outra característica das pessoas é agirem de forma coletivizada. Fazer determinada coisa, ter determinada opinião com base no que as outras pessoas ou o senso comum pensa. Não existe coletivo sem considerar o indivíduo. O coletivo é sempre burro.

Só o indivíduo faz algo, o coletivo não. Se você está se perguntando sobre os esportes coletivos, deve saber que o coletivo é feito de várias ações individuais. No futebol, por exemplo, o gol é feito por um indivíduo do time. Fazer parte de um grupo é importante, mas não anula um princípio que é a individualidade. A família é um coletivo, mas só prospera se cada indivíduo for pleno e prosperar.

Individualidade significa saber que você é único e que cada pessoa também é. Individualismo é o mesmo que egoísmo, é desconsiderar que existe o próximo. Quem entende de individualidade se ama, prospera e transborda na vida do próximo. Tem simpatia, compaixão e é altruísta.

 

Perfis

 

A quinta característica do indivíduo automatizado está relacionada a perfis comportamentais. Um dos testes para perfis comportamentais mais famosos do mundo é o DISC, que mostra as principais habilidades de cada perfil. Quando você entende sobre esses perfis e identifica o seu, consegue direcionar melhor suas ações e consegue ajudar outras pessoas.

Mas pega um código do Titi sobre esse assunto: temperamento e perfil comportamental não determina quem você é! Lembra do que falei sobre adaptação? Os perfis definem apenas suas habilidades e estado momentâneo daquela pessoa, por isso representa apenas uma fase.
Quando você aplica o que entende sobre os perfis, comunica melhor com as pessoas e tem mais sucesso no objetivo final da comunicação.

 

Como sair do modo zumbi

 

Deixe de ser um zumbi, alguém que age no modo automático. Se você:

  • está o tempo todo atrás de dinheiro,
  • só pensa em consumo;
  • incomoda-se com tudo o que as pessoas dizem,
  • depende da aprovação dos outros;
  • vive de condição;
  • olha o tempo todo para o passado;
  • aconteceu algo terrível: você virou um robô.

 

Mas se você buscar conhecimento sobre comportamento humano e aplicar, vai se relacionar melhor com as pessoas, vender mais e prosperar. Todos que são prósperos entendem bem de pessoas. Saber humanologia (estudo do homem) nos faz entender mais sobre nós mesmos e nos torna mais humanos.

Torne-se um cientista do comportamento e use tudo esse conhecimento para ser mais compreensivo e paciente com as pessoas, para vender melhor e crescer em todos os caminhos. Busque compreender as pessoas e governe para acabar com o que é automático em você.
Para ter domínio sobre os impulsos, sobre ficar na zona de conforto, para acabar com os códigos defeituosos, ativar a individualidade e não ser refém do seu perfil, a mente deve governar sobre seu corpo. Ela faz parte da esfera da alma, uma das três esferas do ser. Se sua mente não governa sobre o corpo, o modo automático toma conta de você.

 

Para a alma dominar sobre o corpo:

  • ative sua identidade, conectando-se com o Criador todas as manhãs;
  • busque conhecimento e sabedoria trabalhando a mente (leia livros, faça cursos, treinamentos e mentorias);
  • faça atividades físicas para dominar o corpo e liberar hormônios do bem estar.
  • Aprenda mais sobre comportamento humano para se ajudar e as outras pessoas. E aí, qual vai ser a tarefa que você vai executar agora para colocar esse conteúdo em prática?

 

Tamo junto General! Abraço do Titi e até o próximo artigo!

Compre agora com desconto de até 30%

Compartilhe esse post

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on telegram
Share on whatsapp
Share on email

Quer receber mais conteúdos?
Cadastre-se e receba antes de todo mundo!

Mais de 5 milhões de pessoas assistem os vídeos e acompanham os conteúdos de Pablo Marçal nas redes sociais todos os meses, ele se consolidou como uma autoridade na internet.

Pablo Marçal 2021 | Todos os direitos reservados

Preencha os campos abaixo para fazer sua inscrição