OS CÓDIGOS DA MONTANHA – PARTE 1

OS CÓDIGOS DA MONTANHA – PARTE 1

Você quer chegar no topo? Conecte-se com quem já fez o percurso! Te mostro alguns segredos sobre a escalada e o topo!

E aí General! Nestes dois próximos artigos você vai me encontrar bem reflexivo. Há alguns dias eu fiz minha segunda subida ao Pico dos Marins, na serra da Mantiqueira e resolvi falar sobre os códigos

Quem me acompanha há mais tempo já me ouviu falar que uma das formas de aprender é contemplando a natureza. Foram grandes experiências e cada uma escondia códigos nervosos. Então, fiquei pensando como cada situação ali pode ser comparada com a vida. 

O que uma escalada como essa pode nos ensinar sobre a rota para a prosperidade? Sua mente está preparada para a subida? Você sabe mesmo o que é o topo?

Muita gente começa e não consegue terminar porque tem pensamentos errados sobre o trajeto. O que vou compartilhar com você nesses artigos serve tanto para uma subida na montanha quanto para a caminhada e escalada na vida.

Nesta primeira parte do artigo, você vai ver sobre:

  • sua mente e seu corpo na escalada;
  • as pessoas que estão e suas cargas;
  • quem é o bom amigo de verdade.

Se liga nessa leitura e pegue vários códigos sobre a escalada para a prosperidade e sua chegada ao topo! 

Onde manter o foco

Uma das melhores sensações da subida é aprender e descobrir coisas novas. E o jeito que isso acontece é errando. Aprenda com os erros e ensine o que aprendeu para alguém. Mas não há nada melhor que comprar os erros dos outros. Se você pegou a experiência de alguém, não as ignore.

A caminhada é pesada e o corpo não quer seguir. Para não se deixar levar pelo cansaço e a dor, o segredo é manter o foco no agora e curtir cada momento. É a mente que comanda o corpo. Seu cérebro e seu corpo vão falar o tempo todo para você desistir.

A mentalidade vale mais que a condição física. Por isso é importante o poder da mentalização. Se eu já vi com a minha alma e com minha mente, meu corpo é obrigado a chegar.

Mas você não deve focar no topo o tempo todo. No Pico dos Marins, ele está, literalmente, acima das nuvens. Se algo parece estar muito distante, o cérebro quer te fazer parar. Então, eu uso um código que ajuda a fazer o cérebro focar no agora: pessoa, situação e ambiente

É assim: coloque seu foco no ambiente que você está, na situação e na pessoa mais importante naquele momento. Quando se concentrar no caminho e no processo, quando menos esperar, você terá avançado muito.

Levando as cargas uns dos outros

É difícil suportar o peso do próprio corpo na subida. As pernas vão sentindo todo o esforço e a inclinação do terreno. E ainda tem que carregar nas costas todo o peso da mochila. Nesses momentos, é essencial usar a voz da alma, que é sua voz de comando, para controlar o cérebro e o corpo.

Vi amigos que choraram, outros se deitaram no chão, apavorados e exaustos. Então eu vi como é importante administrar sua energia nos momentos críticos. Por isso, reconheça sua situação e peça ajuda. É um bom momento para acabar com o orgulho.

Os códigos mais poderosos que peguei no percurso da montanha foram sobre as pessoas que estão com você no caminho. Eu defini que todos iam subir. Para não deixar ninguém, aprendi que, em alguns momentos, você precisa doar um pouco de sua energia para que os outros continuem

Lembrei-me de algo que se fala muito, mas todos observaram nessa aventura: se quiser ir mais rápido, vá sozinho. Se quiser ir mais longe, vá acompanhado.

Coisa terrível é ter que convencer a continuar subindo quem está entregando os pontos. Mais terrível ainda é pegar a mochila dessa pessoa e colocar nas suas costas… 

 

Só uma mochila?

Então eu me lembrei de Jesus. Ele levou todas as dores e pecados das pessoas da Terra e eu não consigo levar a mochila de alguém? Então, pedi que Ele me ensinasse sobre isso. 

Foi quando eu comecei a me sentir mal na montanha. Teve um momento que quase sofri um desmaio, mas mantive o controle da mente e não parei.

Mas isso me fez ver esse código: você pode ser muito importante carregando a carga dos outros. Chegar ao topo é bom, mas é melhor quando todos que estão junto com você também chegam.

 

O bom e o mau amigo

Uma das coisas que mais me surpreendeu foi que sua ajuda nem sempre virá de quem você espera. Então percebi que há o “bom amigo” e o “mau amigo”. Qual deles vai te levar aonde você quer chegar?

O bom amigo é aquele que te agrada e te bajula. É o cara que conforta seu cérebro. Cuidado, pois uma das piores vozes que falam conosco é a do cérebro*. 

Dá uma olhada nesse vídeo e em dois minutos eu te explico sobre a voz do seu cérebro.

 

O mau amigo é aquele que põe pressão para você avançar. Em algumas situações até parece que ele te ferroa e machuca, mas é para seu crescimento. É aquele que ativa a voz da sua alma e não te deixa ser dominado pelo cérebro. 

Eu fui o “mau amigo” da turma. Na verdade, eu faço isso com você também. Eu não vou te agradar nem confortar seu cérebro. Você não vai gostar de mim na maioria das vezes. Mas vou levar sua mochila, vou botar pressão, vou fazer de tudo para não deixar você para trás.

Tem que ser forte e ter persistência para seguir na escalada da vida.

 

 

Quer mais códigos sobre a escalada da vida? Fica ligado que no dia 6 de abril sai a Segunda Parte do artigo.

Qual desses códigos até agora mais falou com você? Deixe aqui um comentário para que outras pessoas vejam.

Meu blog tem ajudado você? Destravou alguma chave na sua cabeça? Manda um direct pelo Instagram!

A culpa disso é só sua, mas eu vou saber que esses artigos tem sido a faísca para você tocar o terror na Terra!

Um beijo no seu coração!

* Quer aprender mais sobre as vozes que falam na sua cabeça? Leia meu artigo “As Cinco Vozes”

** Se quiser deixar seu cérebro preparado contra algumas ações automáticas, leia o artigo Anote os códigos”.

Compre agora com desconto de até 30%

Compartilhe esse post

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on telegram
Share on whatsapp
Share on email

Quer receber mais conteúdos?
Cadastre-se e receba antes de todo mundo!

Mais de 5 milhões de pessoas assistem os vídeos e acompanham os conteúdos de Pablo Marçal nas redes sociais todos os meses, ele se consolidou como uma autoridade na internet.

Pablo Marçal 2021 | Todos os direitos reservados

Preencha os campos abaixo para fazer sua inscrição